• José Costa

Antevisão GP Portugal - MotoGP 21

O Grande Prémio de Portugal, no Autódromo Internacional do Algarve, é motivo de grande entusiasmo por várias razões, mas uma questão se sobrepõe: Chegou a hora do Miguel?


Como deu para comprovar pelas duas primeiras provas no Qatar, a KTM não se sentiu muito à vontade com os ares do deserto. Mesmo assim e com 2 resultados menos bons, foi notável ver o esforço e a vontade do Miguel em contrariar as odds. À chegada a Portimão, o piloto português vai querer mudar o rumo do campeonato e uma boa prestação cá, significa uma entrada com o pé direito nesta etapa europeia do MotoGP, onde a KTM parece estar mais confortável.

Não é preciso falar muito do que aconteceu no ano passado, uma vez que ainda está bem presente na memória colectiva. Para além de estar a correr em casa, é o piloto que melhor conhece o traçado de Portimão. Este ano, a diferença marginal deverá ser mais curta, mas mesmo assim, só posso atribuir o favoritismo ao Miguel. Não o conheço, mas sinto que está desejoso de voltar aos lugares do topo. Sexta-feira e Sábado já vamos perceber se o Miguel e a KTM estão mais fortes do que no ano passado. Em 2020, a melhor volta do Miguel Oliveira foi de 1.38.892 (tomem nota para comparar este ano) e é, consequentemente, a volta mais rápida de sempre deste circuito. Queria só vincar isto (porque pode não durar muito mais): um piloto de MotoGP português com a volta mais rápida de um circuito em Portugal.

Não sei se vai durar, porque a concorrência é forte: Jack Miller e Franco Morbidelli, que no ano passado fecharam o pódio, vão também querer reparar um mau arranque de campeonato. Podemos contar sempre com Johann Zarco (o líder do campeonato) e estou particularmente curioso para ver o que fazem os homens da Yamaha, Maverick Viñales e Fábio Quartararo, os vencedores dos dois primeiros GP’s e que em 2020 se deram muito mal em Portimão. E ainda temos Pecco Bagnaina, Jorge Martin, Aleix Espargaró (e a sua Aprilia canhão) e em particular Pol Espargaró, Nakagami e Alex Marquez que se deram muito bem no Algarve. Pelos vistos há também um tal de Marc Márquez que volta à competição, depois de um ano parado.


O traçado do AIA - apelidado de “Rollercoaster” pela comunidade internacional - é excepcional para provas de MotoGP, tanto para pilotos como para espectadores. Com 4.6 km de comprimento - 969m dos quais correspondem à recta da meta - é um circuito lento. A volta mais rápida de sempre em Portimão rodou a 167.1 km/h de média. Para comparação, no Red Bull Ring, o outro local onde o Miguel venceu, roda-se a uma média de 187.2 km/h).

Imagem: https://autodromodoalgarve.com/pt/ | Fotografia: https://www.mclaren.com/


Ao longo das 15 curvas do AIA a sensação é realmente parecida com a dita “Rollercoaster”. Uma combinação de zonas muito técnicas (e por vezes cegas) com subidas e descidas. É um circuito onde é possível ultrapassar em quase todo o lado, mas o exagero paga-se caro. Simon Crafar, ex-piloto de motogp e actual comentador da transmissão mundial de MotoGP, descreveu o Autódromo Internacional do Algarve como “o mais intimidante do calendário de MotoGP". Vendo o vídeo é fácil perceber porquê


Para quem quiser conhecer mais ao detalhe as vicissitudes do Circuito Internacional do Algarve, a Mclaren preparou um guia do circuito, por altura do GP de F1 (Aviso à navegação: It’s in English)


Vai ser um fim-de-semana empolgante!

Deixo, por fim, o calendário de atividades do Grande Prémio 888 de Portugal, que dá sempre jeito ter por perto.


Quinta-Feira

17h00 - 17h45 | Conferência de Imprensa


Sexta-Feira

09h55 - 10h40 | Free-Practice #1

14h10 - 14h55 | Free-Practice #2


Sábado

09h55 - 10h40 | Free-Practice #3

13h30 - 14h00 | Free-Practice #4

14h10 - 14h25 | Qualificação #1

14h35 - 14h50 | Qualificação #2*

17h00 - 17h45 | Conferência de Imprensa Qualificação


Domingo

13h00 | Corrida


Horário Completo

Programa Oficial


*Os 10 melhores tempos da FP#1, FP#2 e FP#3 passam directos à Q#2, assim como os 2 melhores pilotos da Q#1.



Posts recentes

Ver tudo