• Miguel Alexandre

Dakar 2021 - etapa 3 - Água na Gasolina?

Atualizado: 8 de jan. de 2021


Começamos o dia com noticias fantásticas da 3º etapa do Dakar. Estreante nestas andanças, o português Rui Gonçalves conseguiu um fantástico 9º lugar a apenas 12 minutos do vencedor da etapa o australiano Toby Price.

Rodrigues Joaquim (prt), Hero, Hero Motorsports - January 5, 2021 - Photo Julien Delfosse / DPPI

E começam os rumores e investigações relativamente ao abandono forçado da mota de Andrew Short da Yamaha Factory Dakar Rally na etapa de ontem (2º etapa). Segundo afirmações da Yamaha Factory havia combustível contaminado na mota de Short. Foi descoberto que havia água dentro do motor e que foi isso que acabou por destruir internamente a mota. Considerando que o Dakar ocorre no deserto é praticamente impossível a água ter entrado por algum orifício exterior. Após a segunda paragem para reabastecer começaram os problemas, Short não conseguiu por novamente a mota a trabalhar logo após percorrer uma curta distância. Como Short teve de ser resgatado implicou o seu abandono prematuro do Dakar, numa mota de fábrica. A Yamaha já contactou a organização (ASO) para pedir explicações e esta já assumiu ter havido problemas com o fornecimento de combustível onde efetivamente o combustível foi contaminado. A Yamaha pediu para esses 190km restantes serem desconsiderados e para assim haver a possibilidade de Short voltar à prova. Mas nunca houve uma resolução desse género, então não sabemos muito bem o que vai acontecer. A verdade é que ter uma moto de fábrica a abandonar logo nas primeiras etapas por problemas mecânicos, e em que o seu piloto vai no top 10, pode ser muito grave para a própria imagem da marca. Vamos aguardar mais informações sobre este assunto que ainda vai fazer correr muita "água"!


Hora Local

06:45 Barreda abre o caminho

Joan Barreda, o indiscutível vencedor da segunda etapa, será o primeiro piloto a enfrentar as dunas num loop em torno de Wadi Ad-Dawasir. Desta vez, o espanhol, que ostenta agora um total de 25 vitórias em etapas, aproximar-se-á do dia com o estatuto de líder geral da classificação. Um olhar atento terá de ser mantido sobre Matthias Walkner, o maior perdedor no terceiro dia devido a um problema mecânico, que certamente procurará compensar o tempo perdido.


Barreda Bort Joan (esp), Honda, Monster Energy - January 5, 2021 - Photo Antonin Vincent / DPPI

07:05 Barreda começa o dia

O especial na terceira etapa já começou, com Joan Barreda a abrir o caminho. O espanhol começou em frente ao detentor do título Ricky Brabec e ao segundo classificado americano no ano passado, Pablo Quintanilla, e será seguido com entusiasmo por um grande grupo de perseguidores.


Brabec Ricky (usa), Honda, Monster Energy - January 5, 2021 - Photo Antonin Vincent / DPPI

07:28 Svitko encosta os ombros com os pilotos de fábrica

Svitko é o sétimo piloto a sair para a especial de hoje. O eslovaco, ao volante da sua KTM, preparada a título particular, fez uma bela atuação no meio das dunas na segunda etapa, obrigado os pilotos de fábrica a fazer uma corrida para justificar o seu dinheiro e proporcionando a si próprio uma fonte de motivação para fazer ainda melhor esta terça-feira!

Svitko Stefan (svk), KTM, Slovnaft Rally Team - January 5, 2021 - Photo Florent Gooden / DPPI

07:54 Toby Price tem os dentes bem cerrados

Depois de ter alcançado o melhor tempo na primeira etapa, Toby Price teve a difícil tarefa de abrir o caminho para os seus rivais na segunda-feira. O australiano também teve de abrandar o seu ritmo nos últimos quilómetros e perdeu 32' para a líder geral da classificação Joan Barreda, mas o duas vezes vencedor do Dakar está hoje pronto para tentar recuperar a distância ao longo dos 403 km do especial de terça-feira.


08:03 Barreda e Brabec já distanciados

Abrir o caminho é mais uma vez uma das maiores dificuldades encontradas nesta terceira etapa. Isto provou ser verdade para Joan Barreda e para o seu companheiro de equipa Ricky Brabec. No primeiro ponto de controlo após 43 km, o espanhol, que venceu ontem, já perdeu 8' enquanto o detentor do título acompanha a 5'.


08:29 Outra Honda assume a liderança

Depois de ter passado Toby Price e aberto o caminho para os 300 km na especial de segunda-feira, Kevin Benavides terminou a etapa na 24ª posição quase 29' atrás do seu companheiro de equipa Joan Barreda. No entanto, hoje, o argentino ganhou a vantagem na primeira passagem pelo ponto de controlo da terceira etapa, onde esta já a apenas 2'' sobre Price.


10:04 Duas KTM nos os calcanhares de Benavides

Atrás do guiador da sua Honda, Kevin Benavides ainda está na frente após 183 km com uma vantagem de 33'' sobre a KTM de Toby Price e quase 2'' sobre Matthias Walkner. De momento, o argentino está a aguentar-se! No entanto, ele terá de estar atento ao estreante Rui Gonçalves na sua Sherco, que ocupa a quarta posição, 5'' atrás.


10:41 Benavides atinge a metade

Kevin Benavides ainda lidera após 217 km, mas Toby Price não o deixa escapar e segue o seu rival argentino com 33''. Matthias Walkner ocupa o terceiro lugar, um pouco menos de dois minutos atrás. O estreante Rui Gonçalves está cinco minutos atrás do líder de palco na sua Sherco.

Benavides Luciano (arg), Husqvarna, Rockstar Energy - January 5, 2021 - Photo Florent Gooden / DPPI

11:31 Primeiras motos chegam ao final

Vários pilotoss completaram a especial, incluindo os dois líderes na segunda-feira, Joan Barreda e Ricky Brabec. No entanto, para termos uma imagem completa, teremos de aguardar a chegada de Kevin Benavides e Toby Price, que estão envolvidos numa feroz batalha desde o início para a vitória na etapa.


11:44 Toby Price tira o lugar a Benavides!

Toby Price conseguiu finalmente avançar à frente de Kevin Benavides após 292 km e dirige-se para uma vitória na 13ª etapa. O argentino segue agora o seu rival australiano por 45'' na secção final do especial. Matthias Walkner ocupa ainda a terceira posição, 2'' atrás de Price.


Price Toby (aus), KTM, Red Bull - January 5, 2021 - Photo Frédéric Le Floc’h / DPPI

12:03 Toby Price ganha!

Começou a especial na 29ª posição, mas Toby Price desde cedo se foi aproximando de Kevin Benavides. Embora o argentino tenha retido Price durante os primeiros 262 quilómetros, no final teve de se contentar com um impressionante segundo lugar, um pouco mais de um minuto atrás do australiano, que alcançou a sua 13ª vitória da etapa em Ad-Dawasir.


Os Portugueses terminaram a etapa em:

- R. Gongalves (Sherco Factory) em 3.45.42 com +0.12.19 - J. Rodrigues (Hero) em 3.48.51 com +0.16.28

- S.Buhlher (Hero) em 3.51.26 com +0.18.03

- A. Azinhais (KTM) em 5.15.17 com +1.41.54

Na classificação geral a armada portuguesa segue agora em: 18º J. Rodrigues

22º R. Gonçalves

24º S. Buhler

66º A. Azinhais


Classificação etapa 3 Top 10

Posts recentes

Ver tudo